Economizar na conta de luz para posto de combustíveis com Mercado Livre de Energia

Imagem: Ilustração
Compartilhe:
Publicidade

E se a sua empresa pudesse escolher um serviço de energia elétrica como escolhe internet? Essa é a realidade de mais de 36 mil unidades consumidoras que já estão no Mercado Livre de Energia. Até então, apenas empresas de grande porte podiam negociar nessa modalidade. 

E se a sua empresa pudesse escolher um serviço de energia elétrica como escolhe internet? Essa é a realidade de mais de 36 mil unidades consumidoras que já estão no Mercado Livre de Energia. Até então, apenas empresas de grande porte podiam negociar nessa modalidade. 

Em conformidade com a Portaria 50/22 do Ministério de Minas e Energia, neste ano (2024) foi dado um passo importante e estratégico adicional nesse cenário, os consumidores do Grupo A – Empresas de todos os segmentos, geralmente com contas de energia superiores a R$8 mil mensais – poderão participar do mercado livre, desde que sejam representados por um agente varejista na CCEE, como a Comerc Energia. Aproximadamente 106 mil novas unidades consumidoras estarão prontas para se tornarem consumidoras livres de energia e aqui estamos falando de indústrias, comércios e também de postos de combustíveis.  

Nesse artigo vamos explicar um pouco sobre como funciona o Mercado Livre de Energia, os custos da energia para o segmento de Postos de Combustíveis e as melhores estratégias para cortar custos e economizar com inteligência.

Imagem: Divulgação

O Mercado Livre de Energia

No país, há atualmente duas formas de comprar energia: 
 
existe o ACR (Ambiente de Contratação Regulada), em que as concessionárias fornecem energia aos consumidores. O preço é regulado e o consumidor paga pelo consumo a uma tarifa homologada, além de arcar com os impostos, taxas e com as possíveis variações de bandeira de tarifária.  Aqui, não há alternativas ou negociação entre consumidor e a concessionária.  É preciso pagar o valor estipulado e isso vale para residências e empresas. 

A outra maneira é pelo Mercado Livre de Energia ou ACL (Ambiente de Contratação Livre). O consumidor tem liberdade para negociar as condições de contratação com o fornecedor e eleger a  a fonte de energia. Além da liberdade, existe o fator previsibilidade, uma vez que é possível estipular em contrato condições comerciais por um certo período.   
 
Até dezembro de 2023, apenas consumidores com demanda contratada igual ou maior a 500 kW junto a distribuidora podiam fazer parte do mercado livre de energia. A grande mudança, já aprovada pela Portaria 50/2022 do MME, é uma ampliação das unidades consumidoras aptas a migrar ao Mercado Livre:  todo o Grupo A, independentemente de sua demanda contratada, a partir de janeiro de 2024. Clique aqui e leia neste artigo quais empresas poderão migrar.

MERCADO CATIVO

Sem escolha: você é obrigado a comprar energia da distribuidora

Não há previsibilidade, você fica sujeito a reajuste e altas na energia

Publicidade

As distribuidoras não garantem apenas energia de fontes renováveis

MERCADO LIVRE

Você é livre para negociar e escolher um fornecedor + barato

Sem surpresas: preços e descontos negociados previamente

O consumo de energia é feito a partir de fontes alternativas e renováveis

Uma vez no Mercado Livre de Energia, é possível optar por fontes de energia renováveis, negociar valores e montantes diretamente com o fornecedor, redigir as condições contratuais que melhor se encaixam no seu negócio, além de ter a possibilidade de trabalhar o montante contratado de forma otimizada ao seu negócio. Estamos falando de maior flexibilidade e sustentabilidade, onde as empresas podem economizar até 30% na conta de luz. 

Postos de combustíveis e a conta de energia

Você que é dono de um posto de combustível, ou de uma rede, sabe como é importante que o seu negócio tenha uma gestão financeira eficaz. Afinal, o mercado é dinâmico, o que pode gerar graves riscos caso não haja um controle para emergências. Diante disso, o gestor ou dono precisa saber quando e como reduzir custos e despesas estratégicas. 
 
No segmento, gastos fixos com Impostos, salários dos funcionários, aluguel, encargos sociais, investimentos em equipes e compra de combustíveis são dores de cabeça que muitas vezes só crescem durante o ano. Porém, tem uma despesa alta hoje para o seu posto que pode ser reduzida: a conta de energia elétrica.  

Com certeza a conta de energia está entre as maiores despesas da sua empresa, afinal, manter uma infraestrutura em locais como estradas ou mesmo dentro das cidades, com fachada iluminada, lava-jato, banheiros e conveniências funcionando, na maioria dos casos, 24 horas por dia, 7 dias por semana é um grande desafio. 
 
Além dos custos operacionais, ainda ter que lidar com a alta constante nas tarifas de eletricidade faz com que o Mercado Livre de Energia se torne a alternativa perfeita para economizar com inteligência, a curto prazo e garantindo um planejamento orçamentário saudável.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ASSINE NOSSO INFORMATIVO

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo em seu e-mail, todas as semanas.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

Comunidade Energia Limpa Whatsapp.

Participe da nossa comunidade sustentável de energia limpa. E receba na palma da mão as notícias do mercado solar e também nossas soluções energéticas para economizar na conta de luz. ⚡☀

ASSINE NOSSO INFORMATIVO

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo em seu e-mail, todas as semanas.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

RSS
Facebook
Instagram
YouTube