Carbono Zero: entenda o conceito e sua importância!

Carbono Zero - o que é e como aderir
Imagem: Ilustração/Freepik
Compartilhe:
Fim da Publicidade

Carbono Zero, entende-se a iniciativa desenvolvida por várias organizações empresariais a fim de regular a emissão de gases que provocam o efeito estufa.

A política é fruto da mudança de mentalidade de empresários que entenderam a pertinência de gerar lucro e, simultaneamente, ter responsabilidade social e ambiental.

Assim, as empresas estão cada vez mais comprometidas com as práticas ecologicamente equilibradas, considerando que essa também se tornou uma preocupação por parte dos mais variados públicos de consumidores.

Quer entender melhor como funciona essa prática, como se deu o seu surgimento e qual é a sua importância? Então, prossiga com a leitura deste conteúdo até o fim porque nós, do Portal Energia Limpa, vamos explicar todas essas questões de maneira totalmente descomplicada.

Afinal, o que significa carbono zero?

Carbono zero é uma política adotada por várias empresas que estão comprometidas com o futuro do meio ambiente. Dessa forma, por meio dessa iniciativa busca-se amenizar as consequências negativas da emissão de gases de efeito estufa (GEEs) por parte das corporações.

Os principais gases são: Óxido Nitroso (N2O), Hexafluoreto de Enxofre (SF6), Metano (CH4) e Dióxido de Carbono (CO2), Metano (CH4).

É praticamente impossível que as empresas parem de emiti-los nas suas produções, contudo, a alta concentração desses componentes acaba por gerar um alto nível de poluição ambiental no ar, o que afeta e desequilibra o efeito estufa e, consequentemente, provoca mudanças climáticas sérias e prejudiciais.

Na prática, a iniciativa se dá por intermédio de uma balança ecológica, ou seja, para cada emissão de GEEs, é necessário que haja uma espécie de compensação de diminuição de gases presentes na atmosfera.

Em outros termos, quando as indústrias contribuem com a poluição por meio da emissão desses gases, é imprescindível que atue eliminando de forma pontual esse prejuízo.

Vem daí o chamado “crédito de carbono” porque é justamente essa a ideia: a empresa que adere à iniciativa, passa a ter um dever e ao cumpri-lo, passa a ter créditos. A questão é tão séria que já existe um mercado de carbono por meio do qual os países que não conseguiram reduzir o seu carbono, compram créditos de outro que cumpriu com o dever.

Carbono zero é uma política adotada por várias empresas que estão comprometidas com o futuro do meio ambiente.
Imagem: Ilustração/Freepik

Onde surgiu o conceito de carbono zero?

O conceito surgiu em 1997, no Japão, durante a ocorrência do Protocolo de Kyoto, um evento que reuniu vários países desenvolvidos que assinaram um acordo se comprometendo a reduzir em 5% as emissões dos gases pelo prazo de quatro anos (2008 a 2012).

Qual a importância do carbono zero para a sociedade?

O intuito do carbono zero é gerar contribuições para o meio ambiente. Logo, a ação promove benefícios diretos para a vida e o bem-estar da humanidade.

Quando paramos para refletir, nos damos conta do quanto a temperatura está cada vez mais alta, o Ártico sofre mais e mais com o degelo, as chuvas estão mais violentas e o tempo já não segue mais as estações como antes. E as previsões para o futuro apontam para mais eventos desastrosos, conforme observou o relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), órgão das Nações Unidas.

Dessa forma, essa ação visa tanto diminuir os impactos já causados quanto evitar que mais desastres ecológicos ocorram. É a forma que as empresas encontram de continuar desenvolvendo as suas atividades e, ao mesmo tempo, aplacar os malefícios ocasionados.

FIM PUBLICIDADE

Não podemos esquecer que os riscos à saúde, à integridade física e à vida dos sujeitos também devem ser considerados, posto que o meio ambiente desequilibrado promove ameaças para esses componentes que são tidos como direitos personalíssimos pelo ordenamento jurídico brasileiro.

O intuito do carbono zero é gerar contribuições para o meio ambiente.
Imagem: Ilustração/Freepik

O que significa uma empresa carbono zero?

Uma organização que recebe o status de carbono zero ou carbono neutro é, justamente, aquela que apesar de queimar gases do efeito estufa em razão da produção de seus produtos, tem o compromisso de participar do sistema de compensação e, assim, auxilia o processo de preservação do meio ambiente.

Como funciona o programa carbono zero no Brasil?

A realidade brasileira nos mostra que, apesar da grande relevância, o Brasil ainda não conta com um programa voltado totalmente para a política do carbono zero. O que existem são movimentos específicos de abrangência reduzida por parte do setor empresarial.

Contudo, cabe observar que apesar de faltar adesão por parte do poder público, as iniciativas privadas têm contribuído com o fomento da prática.

Com este breve conteúdo você pôde compreender o que é carbono zero e captar a importância que essa iniciativa possui para o meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem como para o desenvolvimento de atividades empresariais socialmente responsáveis.

Por que ser carbono zero? 

Além de somar forças no combate global as mudanças climáticas, ser carbono zero passou a ser essencial para os negócios. Isso passa pela agenda ESG, sigla em inglês para environmental, social and governance, se referindo as práticas ambientais, sociais e de governança de uma companhia ou organização. 

Atualmente, esses fatores são considerados essenciais para a avaliação financeira e decisões de investimentos, ampliando a competitividade de uma empresa e beneficiando sua reputação.   

Uma das principais soluções para reduzir e neutralizar emissões dos gases do efeito estufo e se tornar uma empresa ambientalmente responsável é investir em energia renovável. E nenhuma fonte de geração limpa é mais acessível e versátil que a solar fotovoltaica

Quem investe em energia solar, além de autonomia energética, redução da conta de luz e valorização do imóvel, opta por uma tecnologia que será fundamental no combate às mudanças climáticas.  

A fonte solar fotovoltaica tem como característica a modularidade. Ou seja, além de grandes usinas, permite que sistemas de pequeno porte sejam instalados em telhados e terrenos de casas e empresas. Dessa forma, o consumidor utiliza sua própria energia, reduzindo a demanda do sistema elétrico.   

O Portal Energia Limpa possui presença em todo o Brasil prontas para ajudar você com o seu projeto de energia solar. Acesse a nossa calculadora solar, faça uma simulação grátis e peça agora o seu orçamento sem compromisso!  

Quer saber quanto custa instalar seu
Sistema Solar?

Vamos precisar coletar algumas informações básicas, preencha os dados abaixo para nossos Epecialistas dimensionar sua Usina Solar sem compromisso com economia de até 95%.
"Sem compromisso, totalmente GRATUITO"

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Área de comentários

Seus comentários são moderados para serem aprovados ou não!
Alguns termos não são aceitos: Palavras de baixo calão, ofensas de qualquer natureza e proselitismo político.

Os comentários e atividades são vistos por MILHÕES DE PESSOAS, então aproveite esta janela de oportunidades e faça sua contribuição de forma construtiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ASSINE NOSSO INFORMATIVO

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo em seu e-mail, todas as semanas.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

Comunidade Energia Limpa Whatsapp.

Participe da nossa comunidade sustentável de energia limpa. E receba na palma da mão as notícias do mercado solar e também nossas soluções energéticas para economizar na conta de luz. ⚡☀

ASSINE NOSSO INFORMATIVO

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo em seu e-mail, todas as semanas.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

RSS
Facebook
Instagram
YouTube