ANEEL autoriza reajuste tarifário em SP, MT e MS

ANEEL aprova reajuste tarifário
Foto: Energisa/Reprodução
Compartilhe:
Fim da Publicidade

Novos índices de reajuste de tarifas de energia entrarão em vigor na próxima segunda-feira (08), aponta Agência

ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétricaaprovou o reajuste tarifário das distribuidoras Energisa Mato Grosso (EMT), Energia Mato Grosso do Sul (EMS) e CPFL Paulista (SP) na última terça-feira (02).

Confira nas tabelas, abaixo, os novos índices:

São Paulo terá aumento na tarifa de energia de 1,79%, conforme reajuste tarifário anual da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), homologado nesta terça-feira (2).

Para os consumidores residenciais da Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL Paulista) foi aprovado um aumento de 1,79% nas tarifas da distribuidora, que atende cerca de 4,94 milhões de unidades consumidoras em 234 municípios paulistas. As novas tarifas têm vigência a partir de 8 de abril.

No caso dos consumidores cativos, o efeito médio para o consumidor será de elevação de 1,46%, sendo um aumento de 1,77% na baixa tensão, e acréscimo de 0,80% na alta tensão, em média.

Os principais itens que impactaram o reajuste foram os custos com encargos setoriais e transmissão de energia, segundo a Aneel.

FIM PUBLICIDADE

Aumento por grupos SP

  • Grupo A – consumidores da média e alta tensão, terá redução média de 0,80%
  • Grupo B – consumidores conectados na baixa tensão (residenciais e comércios em geral), o efeito será de 1,77%
Cresce a demanda de carga em todos os subsistemas, aponta ONS
Foto: Energisa/Reprodução

Mato Grosso terá redução na tarifa de energia de 4,40%, conforme reajuste tarifário anual da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), homologado nesta terça-feira (2).

Segundo a Aneel, a redução segue regras estabelecidas em contratos de concessão, referentes ao cálculo do reajuste das tarifas de energia elétrica

Ainda conforme a Aneel, a Energisa de Mato Grosso foi a que mais contribuiu para redução, com-2,69%, seguido dos componentes financeiros do ano, em -2,13%.

Redução por grupos MT

  • Grupo A – consumidores da média e alta tensão, terá redução média de -5,61%
  • Grupo B – consumidores conectados na baixa tensão (residenciais e comércios em geral), o efeito será de -3,90%

Mato Grosso dos Sul terá redução na tarifa de energia de 1,61% na EMS, a ANEEL afirma que os fatores que mais impactaram na redução das tarifas foram os custos com distribuição e a retirada de determinados componentes financeiros, como a neutralidade dos encargos setoriais e a reversão dos créditos de PIS e COFINS.

Redução por grupos MS

  • Grupo A – consumidores da média e alta tensão, terá redução média de -3,65%
  • Grupo B – consumidores conectados na baixa tensão (residenciais e comércios em geral), o efeito será de -0,84%

Energia Solar Compartilhada sem investimentos ou obras!

Quer começar a
economizar agora?

Insira seus dados abaixo que a nossa equipe entra em contato e cuida do restante.


Energia Solar por Assinatura

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Área de comentários

Seus comentários são moderados para serem aprovados ou não!
Alguns termos não são aceitos: Palavras de baixo calão, ofensas de qualquer natureza e proselitismo político.

Os comentários e atividades são vistos por MILHÕES DE PESSOAS, então aproveite esta janela de oportunidades e faça sua contribuição de forma construtiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ASSINE NOSSO INFORMATIVO

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo em seu e-mail, todas as semanas.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

Comunidade Energia Limpa Whatsapp.

Participe da nossa comunidade sustentável de energia limpa. E receba na palma da mão as notícias do mercado solar e também nossas soluções energéticas para economizar na conta de luz. ⚡☀

ASSINE NOSSO INFORMATIVO

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo em seu e-mail, todas as semanas.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

RSS
Facebook
Instagram
YouTube