Ibovespa acumula desvalorização e dólar fechou em forte alta

Ibovespa acumula desvalorização e dólar fechou em forte alta
O dólar norte-americano é a moeda preferida em todo o mundo/Arquivo/ONU
Compartilhe:
Fim da Publicidade

O mês foi de quedas expressivas para as ações que compõem o benchmark da Bolsa, com 5 delas registrando baixa de ao menos 20%

Após amargar mais um mês no vermelho com uma queda de 1,7% em abril, o Ibovespa já acumula desvalorização de 6,15% em 2024, anotou o Infomoney.

No mês, as maiores quedas ficaram concentradas principalmente entre ações de consumo e varejo, que foram impactadas pelo cenário de juros mais altos por mais tempo nos EUA, o que também levou parte do mercado a revisar também as projeções de Selic por aqui.

O mês foi de quedas expressivas para as ações que compõem o benchmark da Bolsa, com 5 delas registrando baixa de ao menos 20%.

Entre as maiores altas, os setores são mais diversificados, com destaque para uma ilustre conhecida dos investidores: a Petrobras. No mês, apenas cinco ações do Ibovespa subiram mais de 5%.

As quedas da CVC e da Azul podem ser explicadas por uma série de fatores, o principal deles é a alta do dólar. A moeda americana teve disparada em abril, chegando a alcançar o seu maior patamar em quase seis meses durante o mês.

Imagem: Divulgação / Freepik

Além da projeção do mercado de que cortes nos juros (notoriamente nos EUA) vão demorar mais para acontecer, a onda de pessimismo que elevou a moeda americana durante o mês também teve relação com tensões geopolíticas, após ataque do Irã a Israel.

FIM PUBLICIDADE

A moeda chegou a ter alívio no fim de abril, mas fechou a última sessão do mês em alta à espera da reunião de maio no Federal Reserve – na próxima quarta-feira (01), quando a Bolsa brasileira estará fechada.

O dólar fechou com forte alta perante o real e se aproximou dos R$ 5,20, em sintonia com o avanço firme da divisa no exterior após dados econômicos positivos nos EUA e antes do feriado do Dia do Trabalhador no Brasil, na quarta, quando também será anunciada a decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed).

O dólar à vista fechou com alta 1,52%, a R$ 5,192 na compra e R$ 5,193 na venda, maior cotação de fechamento desde 19 de abril deste ano. Às 17h30, o contrato de dólar futuro de primeiro vencimento subia 1,01%, equivalente a R$ 5.172 pontos. Em abril, a divisa dos EUA acumulou elevação de 3,53%.

Fonte: Misto BR


Energia Solar Compartilhada sem investimentos ou obras!

Quer começar a
economizar agora?

Insira seus dados abaixo que a nossa equipe entra em contato e cuida do restante.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Área de comentários

Seus comentários são moderados para serem aprovados ou não!
Alguns termos não são aceitos: Palavras de baixo calão, ofensas de qualquer natureza e proselitismo político.

Os comentários e atividades são vistos por MILHÕES DE PESSOAS, então aproveite esta janela de oportunidades e faça sua contribuição de forma construtiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ASSINE NOSSO INFORMATIVO

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo em seu e-mail, todas as semanas.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

Comunidade Energia Limpa Whatsapp.

Participe da nossa comunidade sustentável de energia limpa. E receba na palma da mão as notícias do mercado solar e também nossas soluções energéticas para economizar na conta de luz. ⚡☀

ASSINE NOSSO INFORMATIVO

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo em seu e-mail, todas as semanas.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

Siga a gente