Evento solar afetará geração de energia solar no hemisfério do norte

Eclipse solar afetará geração de energia solar na América do Norte
Foto: NASA/Gopalswamy/Reprodução
Compartilhe:
Fim da Publicidade

O eclipse solar total, que atingirá hoje (08) EUA, Canadá e México, diminuirá a incidência de luz solar na região

Hoje (08) acontecerá um fenômeno raro, o eclipse solar total. Isso quer dizer que durante cerca de 4 a 5 minutos a Lua passará entre a Terra e o SolA luz solar será totalmente encoberta, como se o dia estivesse clareando ou escurecendo. O fenômeno não poderá ser visto ou sentido no Brasil, apenas na América do Norte e parte da Europa.

Mas, para os apreciadores, o eclipse poderá ser visto pelo site da NASA (National Aeronautics and Space Administration), que transmitirá todo o evento. De acordo com a instituição, o eclipse poderá ser visto a cerca de 270 quilômetros de largura. Essa condição afeta quem poderá ver o fenômeno acontecer.  Outro site em que o evento poderá ser visto é no Observatório Nacional.

O eclipse começará pelo Oceano Pacífico Sul e seguirá para a América do Norte, onde atingirá três estados do México, quinze dos Estados Unidos e quatro do Canadá. 

O fenômeno começa a ser visto às 12h42 e terá seu ponto máximo às 15h17. A previsão para o término é às 17h52 (horário de Brasília). A fase de escuridão total do eclipse acontecerá primeiramente na costa mexicana do Pacífico.

No hemisfério norte e parte da Europa poderão acompanhar o eclipse total
Foto: NASA/Gopalswamy/Reprodução

Hoje (08) acontecerá um fenômeno raro, o eclipse solar total. Isso quer dizer que durante cerca de 4 a 5 minutos a Lua passará entre a Terra e o SolA luz solar será totalmente encoberta, como se o dia estivesse clareando ou escurecendo. O fenômeno não poderá ser visto ou sentido no Brasil, apenas na América do Norte e parte da Europa.

Mas, para os apreciadores, o eclipse poderá ser visto pelo site da NASA (National Aeronautics and Space Administration), que transmitirá todo o evento. De acordo com a instituição, o eclipse poderá ser visto a cerca de 270 quilômetros de largura. Essa condição afeta quem poderá ver o fenômeno acontecer.  Outro site em que o evento poderá ser visto é no Observatório Nacional.

O eclipse começará pelo Oceano Pacífico Sul e seguirá para a América do Norte, onde atingirá três estados do México, quinze dos Estados Unidos e quatro do Canadá. 

O fenômeno começa a ser visto às 12h42 e terá seu ponto máximo às 15h17. A previsão para o término é às 17h52 (horário de Brasília). A fase de escuridão total do eclipse acontecerá primeiramente na costa mexicana do Pacífico.

Eclipse total prejudicará a produção de energia solar 

Durante o eclipse total, EUA, México e Canadá terão queda na produção de energia solar, não somente nos 4 a 5 minutos em que o dia ficará escuro, mas durante todo o processo, pois a luz solar perderá sua força gradativamente. Assim, a luminosidade para painéis solares reduzirá temporariamente, impactando a produção de energia.

Mas não é motivo para preocupação. Além da queda na produção de energia ser temporária, operadores da rede elétrica se preparam antecipadamente para o evento, por ele ser previsível. Dessa forma, tanto a rede elétrica quanto o armazenamento de energia nas casas que têm o sistema híbrido poderão suprir a queda temporária na produção.

FIM PUBLICIDADE

Além do sistema de armazenamento de eletricidade, outras fontes que podem ser usadas para compensar a falta de energia são gás natural ou energia hidrelétrica. Foi isso que aconteceu nos EUA durante o eclipse de 2017

Por que acontece o eclipse solar?

Como dito acima, o eclipse solar acontece porque a Lua, em sua trajetória, fica entre o Sol e a Terra, assim ela projeta sua sombra sobre o planeta e bloqueia a luz do sol em determinadas áreas. 

Entenda os tipos de eclipse solares mais comuns:

Os tipos de eclipse mais conhecidos são o total, anular e parcial. Os EUA  verão o eclipse total novamente, em 2044. Há um outro tipo, esse é o mais raro de todos, o híbrido, e acontece quando há mais de um tipo de eclipse no dia. Ou seja, em um ponto do planeta se projeta o eclipse total e no outro o anular. Isso aconteceu pela última vez em abril do ano passado.

O eclipse solar parcial acontece quando não há o pleno alinhamento entre os três astros (Sol, Lua e Terra). O que se vê nesse caso é uma sombra escura em uma parte do Sol. Já o eclipse solar anular acontece quando a Lua está mais distante da Terra e, por isso, aparenta estar menor e não bloqueia totalmente o Sol. Assim, o que se vê é um anel ao redor da Lua, daí vem o nome anular.

Onde assistir a transmissão do eclipse total?

Já que o Brasil não poderá ver o evento, os apreciadores poderão assistir tanto pela NASA, conteúdo em inglês, quanto pelo Observatório Nacional, em português.

Fonte: Canal Solar

Quer saber quanto custa instalar seu
Sistema Solar?

Vamos precisar coletar algumas informações básicas, preencha os dados abaixo para nossos Epecialistas dimensionar sua Usina Solar sem compromisso com economia de até 95%.
"Sem compromisso, totalmente GRATUITO"

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Área de comentários

Seus comentários são moderados para serem aprovados ou não!
Alguns termos não são aceitos: Palavras de baixo calão, ofensas de qualquer natureza e proselitismo político.

Os comentários e atividades são vistos por MILHÕES DE PESSOAS, então aproveite esta janela de oportunidades e faça sua contribuição de forma construtiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ASSINE NOSSO INFORMATIVO

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo em seu e-mail, todas as semanas.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

Comunidade Energia Limpa Whatsapp.

Participe da nossa comunidade sustentável de energia limpa. E receba na palma da mão as notícias do mercado solar e também nossas soluções energéticas para economizar na conta de luz. ⚡☀

ASSINE NOSSO INFORMATIVO

Inscreva-se para receber conteúdo exclusivo em seu e-mail, todas as semanas.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

Siga a gente